Licenciamento Microsoft

Nós, da Lider Tecnologia somos parceiros Gold da Microsoft, estando entre 1% dos parceiros internacionais de Licenciamento Microsoft com esse grau de proficiência.

O Microsoft Gold Certified demonstra nossa experiência de qualidade e nos confere um status de ótimo fornecedor Microsoft. Temos acesso antecipado às versões mais recentes de softwares, para estarmos sempre preparados para atender à sua empresa no momento certo.

Nossos especialistas em licenciamento Microsoft, certificados pela própria Microsoft, podem ajudá-lo a configurar da mais simples até a mais complexa solução, sempre assegurando o menor custo e a certeza de estar comprando o produto correto na quantidade necessária.

Temos uma política de preços agressiva e linhas de crédito com ótimas condições. Tudo com rapidez e sem burocracia. Além disso, nossa logística permite entregar os produtos Microsoft selecionados, gratuitamente em todo o Brasil com os melhores prazos do mercado. Aqui na Líder Tecnologia você compra as melhores Soluções em licenciamento Microsoft com a melhor orientação, segurança e tranquilidade.

Veja, ainda nessa página, quais são as formas de licenciamento disponíveis e descubra a melhor para o perfil da sua empresa.

Principais produtos Microsoft

Como legalizar produtos Microsoft?

Para regularizar softwares, como Windows, Office (Word, Excel, Power Point) e outros, com segurança e discrição, conte conosco: o sigilo e a ética são parte fundamental de nossos valores e de nosso negócio. Você pode contar conosco para eventuais consultas ou para o desenvolvimento de um processo discreto e seguro de licenciamento. A legalização Microsoft é uma de nossas especialidades.

Receba ofertas especiais

Tenha acesso a produtos com condições especiais
Você se descadastra quando quiser. Várias grandes empresas já estão inscritas.

Tipos de licenciamento Microsoft Disponíveis

Quando o software não é licenciado de forma correta, sua empresa acaba sendo lesada duplamente, pois mesmo adquirindo o produto, continua sujeita às sanções legais antipirataria por uso de um software ilegal. O mesmo acontece quando sua empresa adquire um software de forma correta, mas viola uma das limitações de uso impostas pela Microsoft. Para ajudá-lo a escolher a melhor forma de licenciamento para sua empresa, nós da Lider Tecnologia estamos à sua disposição. Veja abaixo os tipos de licenciamento disponíveis. Clique em um dos tipos para saber mais sobre cada um deles e entre em contato conosco para tirar qualquer dúvida:

Licenciamento FPP Microsoft

FPP (Full Packaged Product) é a forma tradicional de venda de software. É a que apresenta geralmente o maior custo entre todas as opções de licenciamento Microsoft, entretanto, pode ser adquirida em qualquer quantidade, sem qualquer restrição de compra mínima ou de licenciamento.
É o licenciamento mais simples da Microsoft, pois basta adquirir uma caixinha para cada computador que se deseja licenciar.

Licenciamento OPEN Microsoft

OPEN é a forma de licenciamento de produtos Microsoft, que mediante primeira compra de licenças em volume igual ou acima de 5 unidades de quaisquer produtos Microsoft, o usuário recebe apenas licenças em papel e uma mídia (CD) do produto. O OPEN concede os seguintes benefícios:

  • DESCONTO: Em média, como cada licença OPEN não inclui caixa, manuais e apenas um CD por produto (ou nem isso, se o cliente preferir baixar pela internet), ela tem melhor custo/benefício do que o preço unitário do produto equivalente em caixinha (também chamado de FPP – Full Packaged Product);
  • FLEXIBILIDADE: Quaisquer produtos OPEN podem ser combinados para formar o mínimo de 5 unidades na compra inicial. Por exemplo: você pode adquirir 3 licenças de qualquer versão do Windows disponível + 2 licenças de qualquer versão do Office disponível, e já tem direito ao OPEN;
  • RECOMPRA: Após a sua compra inicial, você pode adquirir qualquer quantidade de produtos OPEN individualmente (até mesmo uma única licença), a qualquer momento, ao longo de 2 anos;
  • DESCONTOS ACADÊMICOS: O licenciamento OPEN inclui também o OPEN ACADÊMICO (Também chamado de AE – Educacional), forma de licenciamento específico para qualquer instituição educacional que possua registro no MEC ou na Secretaria de Educação. É preciso comprovar este registro, e a licença precisa ser usada exclusivamente dentro da instituição. Neste caso, os descontos podem chegar a até 70% do preço do FPP. Consulte as regras completas em http://www.microsoft.com/brasil/educacao/comprar/quem_pode_adquirir_s.mspx

 

A Lider Tecnologia é AER (Authorized Education Reseller) e está apta a lhe orientar no licenciamento de sua instituição de ensino (Campus ou School Agreement).

 

Software Assurance

MANUTENÇÃO, GARANTIA DE EVOLUÇÃO e LICENCIAMENTO PERPÉTUO PARA GGS: Opcionalmente, o Software Assurance (SA) é a garantia de evolução disponível para alguns produtos Microsoft, em licenciamento OPEN. Adquirindo o SA junto com a licença Open (Lic/SA), você já adquire sua licença OPEN com garantia de upgrade gratuito para quaisquer versões novas daquele produto que a Microsoft venha a lançar no período de 2 anos após a compra, a um valor muito mais atraente do que de um único upgrade normal. O SA pode ser adquirido também em separado (SA) para alguns produtos.

Além disso, adquirindo o SA, você pode ter direitos de downgrade na licença adquirida. Especificamente falando no caso das licenças Open GGS, que por default ficam atreladas ao hardware, a compra em conjunto com o SA transforma estas licenças em definitivas, podendo ser reinstaladas em novos equipamentos. Entretanto, se o cliente fizer o downgrade da licença comprada, não poderá reverter à licença original (Ou seja, se comprou Open do Windows 10 Professional GGS + Software Assurance, a licença do Windows 10 se torna perpétua. Se depois disso fizer o downgrade para Windows 7, não pode mais voltar para o Windows 10 em caso de reinstalação. Só poderá ser reinstalado o Windows 7 mesmo).

Confira todos os benefícios do Software Assurance nesta página:
http://www.microsoft.com/pt-br/licenciamento/software-assurance/default.aspx

VANTAGENS EXTRAS: Frequentemente, o licenciamento OPEN possui financiamentos ou promoções especiais que variam de acordo com as campanhas da Microsoft. Fique ligado!

 

 

DÚVIDAS FREQÜENTES SOBRE LICENCIAMENTO OPEN

1) Na prática, como é o processo de compra de versões OPEN Microsoft?
A compra de uma licença Microsoft em si é feita como qualquer outra aquisição de software: Contabilize o número de licenças que você precisa para sua empresa (salvo menção específica em contrário, você precisa de uma licença do software para cada instalação do mesmo em cada computador da sua empresa), e compre a quantidade indicada (para ter direito a OPEN, o mínimo é de 5 licenças, e você pode combinar quaisquer produtos Microsoft para chegar às 5 licenças).

Nota: Cada compra de OPEN deve ter sua quantidade redistribuída para um único CNPJ e filiais com o mesmo CNPJ raiz. Você não pode, por exemplo, comprar 10 licenças OPEN Microsoft faturadas para um CNPJ e distribuir 5 para este CNPJ e 5 para outro, que não seja filial com o mesmo CNPJ raiz.

Após a compra, em um prazo que pode variar de 48h a 72h úteis após a aprovação de crédito do seu pedido, você receberá, junto com a sua Nota Fiscal de compra, o Contrato de Volume Microsoft. Nele, estará o seu “número de autorização”, bem como o seu EULA (End User License Agreement – Contrato de Licença Para Usuário Final), para usar as licenças. De posse deste número, você pode ligar para a Microsoft (veja abaixo) para receber a mídia do produto. A primeira mídia solicitada para cada novo contrato é sempre gratuita, e chega em mais 5 a 10 dias úteis depois.

 

2) E se eu perder a mídia e/ou o contrato de licença um produto Microsoft?
A mídia pode ser adquirida novamente, desde que a Microsoft a tenha em estoque, a um custo médio de $15. Note que só é cobrada mídia adicional (2a via ou mais de uma). Em sua primeira compra, a mídia é sempre gratuita. Confira valores exatos e estoque no Atendimento Microsoft em 0800-888-4081. Atenção: Este telefone é somente para ativação de licenças Microsoft. Para suporte técnico, utilize o 0800-761-7454).

Já o contrato indica a perda da licença, embora ele fique registrado na Microsoft para poder controlar a recompra. Será necessário que você entre em contato no telefone acima para renegociar uma segunda via do contrato.

Note que nem todos os softwares da Microsoft estão disponíveis neste site, sendo comum que somente as últimas versões estejam disponíveis para download. Portanto, para versões mais antigas, alguns downgrades (veja a frente), você precisará continuar a verificar com o atendimento Microsoft a disponibilidade da mídia em estoque para remessa.

É necessário ter um Microsoft Passport e estar de posse do contrato Open mencionado no item anterior para poder entrar neste site:
https://www.microsoft.com/Licensing/servicecenter

 

3) O que devo possuir para estar devidamente legalizado frente a uma fiscalização?
Você deve possuir o Contrato OPEN, o EULA e a Nota Fiscal de compra de uma revenda/distribuidor autorizado Microsoft (veja tópico 1). Sem os 3 juntos, não legaliza;

 

4) E como funciona a recompra Microsoft?
De posse do seu número de contrato OPEN (veja tópico 1), e dentro do prazo de 2 anos após a compra, dirija-se a qualquer revenda Microsoft e compre quantas licenças OPEN adicionais você quiser;

DOWNGRADE
(Obtenção de versões antigas da Microsoft, a partir da compra da versão atual)

 

5) Eu possuo (ou quero adquirir) versões descontinuadas de produtos Microsoft, tais como o Windows 7 ou Office 2010, e gostaria de legalizá-las, mas minhas máquinas não suportam o Windows 8.1 Professional ou meus aplicativos exigem o Windows Server 2008. Uma vez que estas versões não estão mais à venda, há como adquiri-las/legalizá-las?
Se o produto não for de uma versão muito antiga (Windows XP, por exemplo), provavelmente sim. A Microsoft permite que, em alguns casos, você adquira a versão atual de um produto já descontinuado, e depois faça um DOWNGRADE para ele, ou seja, reverta à versão anterior.

Isto não é válido para todos os produtos e situações, e deverá ser verificado caso a caso. O downgrade, quando disponível, é gratuito, e não passa de formalidade de registro de versão junto à Microsoft. Em alguns casos, a compra da licença atual já dá direito ao downgrade imediato. Em outros, é necessário adquirir o Software Assurance junto com a licença para poder realizar o downgrade.

Isto dito, você poderia, por exemplo, adquirir licenças Open do Windows 8.1 Professional GGS , e após a aquisição, solicitar o downgrade destas licenças (e/ou as mídias, veja tópicos anteriores) para Windows 7. Para outras licenças Open, como Windows Server 2008, Office 2010, etc, pode ser necessário comprar o Software Assurance em conjunto para realizar o downgrade (Consulte-nos).

Geralmente, mesmo quando a versão anterior ainda está disponível, é mais barato adquirir a atual e solicitar o downgrade. A mídia, nesse caso, deve ser adquirida à parte (veja o tópico 2);

 

6) O que significa CAL e para que serve?
CAL (Client Access License) é a licença de acesso de clientes, a servidores Microsoft. Quando você adquire um Windows Server, por exemplo, é necessário também licenciar o acesso de cada estação de rede a este Windows Server. Simplesmente possuir o Windows 8.1 ou 7 legalizado não lhe dá direito a acessar um servidor Windows 2012 com ele, sem a devida CAL. Por exemplo: Se você tem uma rede com 1 Servidor Windows 2008 Server e 10 estações utilizando o Windows 7 Professional, também será necessário possuir 10 CAL’s de Windows 2008 Server.

Note que a CAL em si é apenas uma licença eletrônica, como todos os outros OPEN’s. Entretanto, neste caso, não há necessidade de instalar qualquer software nas estações. A CAL é apenas o registro legal do seu direito de acesso;

 

7) Notei que para a maioria dos servidores Microsoft existem CAL DEVICE e CAL USUÁRIO (USER). Qual a diferença entre elas?
A diferença é em termos de licenciamento. A CAL DEVICE licencia uma estação específica a acessar o servidor, independente do usuário que utilizá-la; enquanto a CAL USUÁRIO licencia uma pessoa específica a acessar o servidor, independente de qual estação ele utilizar. Via de regra, se você tem mais usuários do que estações, e todas as estações serão usadas para acessar o servidor, é mais vantajoso (e simples) adquirir CAL DEVICE’s (ou seja, 1 para cada máquina). De outro modo, por exemplo, se apenas uma pessoa precisa acessar o servidor, a partir de qualquer micro da empresa, adquira apenas uma CAL USUÁRIO;

 

8) Como devo licenciar corretamente uma rede com um servidor Windows 2012, 10 estações Windows 8.1 Professional, 5 estações Windows 7 Professional, sendo que estas 15 estações irão acessar o servidor?
Você pode comprar 1 OPEN Windows 2012 Server, 15 OPEN’s de Windows 8.1 Professional e 15 CAL’s de Windows 2012 Server.

 

CLIQUE AQUI E FAÇA O DOWNLOAD DO GUIA COMPLETO DE LICENCIAMENTO MICROSOFT

Licenciamento OEM Microsoft

A maneira correta de comercializar licenças OEM é da seguinte forma:

Sistemas Operacionais para estações (Windows 8.1 Professional)

  • Com um computador completo e montado. Envolve CPU, motherboard, HD, fonte de energia e gabinete. Pode ser pré-instalado ou não;

 

Aplicativo (Office) ou Sistema Operacional para Servidor (Windows 2012)

  • Só pode ser vendido com um computador completo montado. Envolve CPU, motherboard, HD, fonte de energia e gabinete.

Além disso, o software deve acompanhar o selo de autenticidade (COA), nota fiscal de compra do hardware junto com o software e CD-ROM com holograma Microsoft.

Se esses produtos são vendidos conforme as informações acima, o usuário pode comprá-lo normalmente. Lembramos que o software OEM não pode ser vendido separadamente do hardware indicado conforme o caso acima, caso isto ocorra, a venda é feita de forma irregular.
A vantagem de adquirir produto com licença OEM é o preço, por ser a forma mais econômica de comercialização dos produtos Microsoft.

Restrições importantes do licenciamento OEM
Os produtos OEM, pelo fato de estarem atrelados a um determinado Hardware específico têm limitações importantes em sua licença:

  • Não é permitida a transferência do software/licença de uma máquina para outra (ou antigamente, no caso de periférico essencial, ele tinha que estar necessariamente instalado na mesma máquina onde a licença OEM era usada);
  • Se o hardware atrelado à licença for inutilizado de qualquer forma, a licença é perdida;
  • Não é permitido o downgrade (instalação de versões anteriores) do produto OEM;
  • O suporte ao produto não é realizado pela Microsoft;

Quando você compra o OEM com um computador novo, o hardware atrelado é o computador. Portanto, você só perde a licença se o computador inteiro for inutilizado. No reparo do mesmo, é fundamental que se substitua as partes afetadas por modelos que respeitem a configuração original em que o software veio pré-instalado.

Isto porque você também perde a licença se você modificar o seu hardware substancialmente, a ponto de descaracterizá-lo em relação ao computador original em que o software OEM veio pré-instalado (trocando a placa-mãe por um modelo totalmente diferente, por exemplo). Isso o próprio Windows 7 e 8.1 já testam.

Entenda melhor o que é o Licenciamento OPEN VALUE Microsoft

Quer saber mais informações sobre licenciamento Microsoft?